Pete Tha Zouk

Se existe um artista Português com o ADN de uma superestrela, esse artista é Pete Tha Zouk. A precisão com que lê uma pista de dança, a rapidez com que se adapta a ela, e o profundo conhecimento musical que possui fazem dele muito mais do que um DJ de topo, Pete Tha Zouk é também um entertainer por excelência. Quando está atrás de uma cabine o limite físico imposto por esta não o impede de comunicar com o público: levanta os braços, dança com a pista, canta os temas mais vocais, escreve mensagens no laptop, pega no microfone e fala com as pessoas. Assistir a uma actuação de Pete Tha Zouk é observar a personificação da alegria e felicidade. Mãos no ar, corpos a dançar ao ritmo de sons que vão desde o house vocal ao bassline house, quer seja um hit ou uma faixa mais alternativa, Pete toca o que for necessário para manter o seu público feliz. Esta postura faz de Pete o DJ número um em Portugal, uma estrela no Brasil e o 37º DJ mundial segundo o DJ Mag Top 100.

Nascido e criado em Olhão, Algarve, terra do marisco e de férias de Verão, Pete iniciou a sua carreira como DJ residente em dois espaços: Mitto, um bar que marcou a diferença na forma como o Sul encara o início da noites e na, agora mítica, Locomia, um club que tinha como paisagem o oceano, na bonita praia de Stª. Eulália, onde tocaram todos os DJs mundialmente conhecidos, durante as épocas de Verão. Na Locomia Pete pôde observar de perto o trabalho dessas referências do DJing mundial e aprender com eles.

Com a sua afirmação como DJ, o tempo que Pete Tha Zouk passou no estúdio de produção foi largamente compensado pelo facto de os seus primeiros temas – “First Tribal Feeling”, em parceria com Bruno Marciano, e “Kashmira” – terem sido grandes êxitos das pistas de dança de então. Corria o início da década de 2000. “First Tribal Feeling” chamou a atenção do DJ Chus e, logo de seguida, Pete está em Madrid para masterizar a música no estúdio de Chus & Ceballos. Segue-se “Kashmir” e “Enchantments e o artista português torna-se num nome amplamente conhecido no que diz respeito à sua capacidade de produzir música para a pista. Em 2003, juntamente com o DJ Vibe, Pete Tha Zouk produz a faixa “Solid Textures”, que é lançada através da reconhecida editora Low Pressings. A música alcançou o topo das tabelas e ganhou vários prémios, levando o talento de Pete para produzir música ainda mais para a ribalta. Enquanto tudo isto se desenrolava, a sua carreira como DJ florescia com a aposta de ter começado a ser um DJ freelancer que tocava por todo o Portugal.

Em 2006 e deparando-se com uma carreira gigantesca em Portugal Pete Tha Zouk decide juntar-se à WDB. Sob a alçada dos mentores da empresa, José Manso e João Miguel, a carreira de Pete cresce ainda mais e chega a um estatuto que determina Pete Tha Zouk como o DJ mais solicitado em Portugal. Promotores e proprietários de clubes sabem que ter Pete Tha Zouk significa ter “casa cheia”. Quantos DJs podem garantir este sucesso? A WDB não se fica por aqui e lança a carreira do artista além-fronteiras, para o Brasil, Suíça e Angola. No Brasil foi votado como o “DJ Revelação” no Verão de 2009 e na passagem de ano 2010/2011 pela primeira vez Pete Tha Zouk actuou fora de Portugal e foi o Brasil que teve a honra de ver chegar o novo ano na companhia dele. O mundo vem já a seguir.

Pete Tha Zouk já ganhou vários prémios: em 2002, a revista Portuguesa Dance Club, galardoou-o com o prémio “Dj Revelação”. Em 2004, ganhou dois prémios atribuídos pela Dance Club, “Melhor Produtor” e “Melhor Single do Ano” (com “Solid Textures”). Venceu também em 2005 e 2006 o título de “Melhor Dj Português” nos Prémios Noite.pt. Em 2008 e 2009 Pete leva para casa o título de “Melhor Dj Português”, galardão atribuído pelos Prémios Noite. pt. Em 2010, Pete ganha mais uma vez o prémio “Melhor Dj Português” atribuído pelos Prémios Radio Nova Era, Melhores do Ano e nos Prémios Noite.pt.

2010 começou com “I’m Back Again”, uma colaboração com Mastercris e a mundialmente famosa Abigail Bailey, que alcançou o topo das tabelas e fez parte de várias compilações pelo mundo. O videoclip foi gravado na magnífica ilha de Florianópolis pelo premiado realizador Português, Leonel Viera. O sucesso deste tema e o sucesso das actuações no Brasil, Angola, Suíça e Portugal, foram determinantes para o ano de 2010 acabar com duas notícias bombásticas: a entrada no Top 100 da DJ Mag em número 81 e a edição de um tema, “Check This Out”, pela Sondos, editora do mundialmente famoso Erick Morillo.

2011 é o ano de viragem e a entrada definitiva no top dos 50 melhores DJs mundiais com o anúncio, a 20 de Outubro, de Pete Tha Zouk ocupar agora o 37º lugar do Top100 da DJ Mag, subindo uns impressionantes 44 lugares e conquistando a mais alta posição de sempre de um DJ Português neste que é o top de referência internacional.

Em 2012 Pete Tha Zouk começa o ano com uma parceria com a DJ e produtora Britânica Rae no tema “Learn To Love”, cujo videoclipe foi filmado integralmente em Hollywood/Los Angeles e realizado por Leonel Vieira. E com a vitória, pelo terceiro ano consecutivo, do prémio de Melhor DJ Português nos prestigiados galardões Melhores do Ano da Rádio Nova Era. O Verão de 2012 traz a estreia no maior festival de Verão Português – o SWTMN – e a actuação de Pete Tha Zouk serviu de cenário para a filmagem do novo tema do DJ, uma co-produção com o jovem talento Deepblue que conta com a voz da norte-americana, Yasmeen, intitulado “We Are Tomorrow”. A 1 de Julho de 2013 é editada a colaboração com Kellie Allen no belíssimo “Been Too Long”. No final do Verão é editado “Rocksteady”, e em Dezembro chega “Hanging Out”, temas editados pela editora francesa DJ Center Records.

2014 chega recheado de novas músicas e colaborações, com um Pete Tha Zouk a mostrar não só a sua grande forma em estúdio mas todas as influências que a sua carreira de DJ globetrotter lhe traz: O ano começa com “Don’t You Stop Me Now”, uma colaboração com Joceline Medina, editado pela DJ Center Records. A 10 de Março chega “Monsoon”, uma colaboração com Mitch LJ, editado pela americana Dancepush. Em Abril teremos “Intensa”, a colaboração com a superestrela francesa, Quentin Mosimann, e alinhados estão também “Kick This One”, uma bomba para as pistas, e os belíssimos temas vocais “Steal The World”, uma colaboração com os novos talentos nacionais Roland Cost & Drek, e “Free World”, uma colaboração com o mago das remisturas inglês, eSQUIRE. Para o final de 2014 ficou guardada a música que homenageia o seu Algarve natal, “Paradise”, que Pete disponibilizou para download gratuito. Em 2015 e já regressado da sua primeira grande tour no Brasil, Pete volta a disponibilizar uma canção original aos seus fãs, “Epiphany” com a voz de Meline. 2016 começa com um rework de “Monsoon” e uma renovação ao Infinity Radioshow, que não podem perder!

Pete Tha Zouk tem sido o DJ Português mais solicitado nos últimos anos em terras Lusas, razão pela qual existe uma vasta legião de fãs à sua volta, apenas no Facebook, os fãs são mais de 500 mil e a crescer exponencialmente. Pete Tha Zouk é também o primeiro DJ Português a ter um APP para iPhone e Android. E o primeiro DJ Português com um canal na VEVO, o maior site internacional de música e entretenimento – PeteThaZoukVEVO.

Sábado 24 Junho estarei a NORTE na Póvoa do Varzim no NIX Premium Beach Area!
Let's Do This! 💪🏼😎👍🏼 #petethazouk
... See MoreSee Less

View on Facebook

Summer Tour 2017 starts... 🇵🇹🇪🇸🇨🇭

✔️24.06 - NIX - Póvoa do Varzim, PT
✔️01.07 - Festas de São Miguel - Rebordosa, PT
✔️08.07 - MAD club - Lausanne, CH
✔️14.07 - Água Moments, Vilamoura - PT
✔️15.07 - BenasVilla Sunset Party - Benavente, PT
✔️22.07 - Festas da Madalena - Ilha do Pico, PT
✔️29.07 - Makrofesta Tomiño, ES
... See MoreSee Less

View on Facebook

SAVE THE DATE
Domingo 13 Agosto 2017
INFINITY SUNSET by PETE THA ZOUK
+ VERY SPECIAL GUEST
... See MoreSee Less

View on Facebook